Helder Zuchinalli – 08.08.19

Antes de iniciar o script, ative a conexão entre Archicad e Grasshopper

Baixe e instale o plugin Meerkat para Grasshopper> Ative o componente “Import Shape File”, na janela que abrir na tela busque pela shapefile em seu computador e desenhe um retângulo no mapa para escolher qual área do shapefile importar, salve o arquivo meerkat clicando no botão “crop shapefile” em uma pasta do seu computador.

Usando o componente “parse mkgis file”, leia o arquivo que você salvou no passo anterior, colete as informações de “field names” “field Value per shape” e “geometry per shape”, escolha qual valor você quer passar a frente, no nosso caso queremos o valor da altura de cada edifício. Como geralmente a área com a qual trabalhamos é muito grande, usamos data buffers para realizar o processo em etapas, sempre que concluir uma etapa clique no data buffer para seguir em frente. Importante notar que reorientamos os polígonos dos lotes ao ponto zero, pois eles vêm georreferenciados da shapefile e acabariam numa posição muito afastada no archicad, e o archicad não trabalha bem nesses casos.

Podemos selecionar uma curva na viewport do rhino para criar uma seleção de determinada área contida na shapefile que queremos usar e referenciamos ela no grasshopper, assim identificamos todos os polígonos contidos nessa curva e desconsideramos o resto:
A seguir use o componente “cull pattern” para remover os polígonos e dados que estão fora da curva, e extrude os polígonos base dos edifícios pela altura contida na shapefile, o componente extrude pode ficar vermelho pois algumas edificações tem altura zero e não podem ser extrudadas. Usando o componente “cap” podemos fechar os volumes das edificações e visualizá-los no Rhino com o componente “Preview”.

O último passo é salvarmos os edifícios no archicad, para isso, primeiro vamos corrigir o nível do mar em nosso projeto movendo todos os edifícios no eixo Z,  utilizamos o componente “slab” com o componente “slab settings” para criar lajes simples com a espessura definida pelos dados de altura dos edifícios. Com tudo pronto basta ativar a sincronização do componente com o archicad e pronto!

08 Aug
Como Modelar Edifícios com ShapeFiles no Archicad Usando Grasshopper


Helder Zuchinalli – 08.08.19

Antes de iniciar o script, ative a conexão entre Archicad e Grasshopper

Baixe e instale o plugin Meerkat para Grasshopper> Ative o componente “Import Shape File”, na janela que abrir na tela busque pela shapefile em seu computador e desenhe um retângulo no mapa para escolher qual área do shapefile importar, salve o arquivo meerkat clicando no botão “crop shapefile” em uma pasta do seu computador.

Usando o componente “parse mkgis file”, leia o arquivo que você salvou no passo anterior, colete as informações de “field names” “field Value per shape” e “geometry per shape”, escolha qual valor você quer passar a frente, no nosso caso queremos o valor da altura de cada edifício. Como geralmente a área com a qual trabalhamos é muito grande, usamos data buffers para realizar o processo em etapas, sempre que concluir uma etapa clique no data buffer para seguir em frente. Importante notar que reorientamos os polígonos dos lotes ao ponto zero, pois eles vêm georreferenciados da shapefile e acabariam numa posição muito afastada no archicad, e o archicad não trabalha bem nesses casos.

Podemos selecionar uma curva na viewport do rhino para criar uma seleção de determinada área contida na shapefile que queremos usar e referenciamos ela no grasshopper, assim identificamos todos os polígonos contidos nessa curva e desconsideramos o resto:
A seguir use o componente “cull pattern” para remover os polígonos e dados que estão fora da curva, e extrude os polígonos base dos edifícios pela altura contida na shapefile, o componente extrude pode ficar vermelho pois algumas edificações tem altura zero e não podem ser extrudadas. Usando o componente “cap” podemos fechar os volumes das edificações e visualizá-los no Rhino com o componente “Preview”.

O último passo é salvarmos os edifícios no archicad, para isso, primeiro vamos corrigir o nível do mar em nosso projeto movendo todos os edifícios no eixo Z,  utilizamos o componente “slab” com o componente “slab settings” para criar lajes simples com a espessura definida pelos dados de altura dos edifícios. Com tudo pronto basta ativar a sincronização do componente com o archicad e pronto!





SHARE